Passageiro de Confins paga caro por falta de concorrência para Congonhas

A Gol é a que tem o maior número de voos para Congonhas

Celso Martins


No dia 19 de março deste ano a Avianca suspendeu os voos entre Confins e Congonhas. A companhia decidiu usar o slot (autorização de pouso  de decolagem) no aeroporto paulista para aumentar as frequências para o Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Somente Gol e TAM e Avianca têm voos entre as duas maiores cidades do país, ligando os aeroportos de Santos Dumont e Congonhas.
A decisão da Avianca de suspender os voos entre Congonhas e Confins trouxe prejuízos para os passageiros mineiros. Somente Gol e TAM têm voos diários entre as das cidades. Os preços cobrados pelas duas companhias são bem mais altos, por exemplo, que os de Confins para o Santos Dumont.
A Gol tem 11 voos diários partindo de Confins para Congonhas de segunda à sexta-feira, mesmo número no sentido inverso. A TAM tem nove de Minas para São Paulo e dez retornando para Confins. O Tudo de Viagem pesquisou os preços e constatou que praticamente não há concorrência entre as companhias Se a viagem for em 5 de junho, uma terça-feira, o passageiro pagará R$ 237,90 na Gol e na TAM 262.
A viagem de volta de Congonhas para Confins no dia 12 de junho sai por R$ 148,90 na Gol e R$ 152 na TAM. Para o mês de julho a diferença de preços cai ainda mais. Na Gol o passageiro pagará R$103,90 na TAM R$ 118. Uma passagem de Confins para o Santos Dumont, quase a mesma distância da capital paulista, para em julho, sai por R$ 75 na Avianca.
(Visited 6 times, 1 visits today)

local_offerevent_note maio 31, 2012

account_box Celso Martins


local_offer