VoeMinas deixa de operar em três cidades do estado; veja quais

Os voos que foram extintos tinham taxa de ocupação baixa e geravam prejuízo para a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pelo projeto.

O Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional lançado em agosto de 2016 pelo Governo de Minas, deixa de atender a partir desta segunda-feira (25/02) as cidades de Piumhi, Passos e Guaxupé com voos partindo e chegando do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. É a primeira decisão tomada pelo do governador Romeu Zema (Novo) referente a esse projeto desde que assumiu o governo, em janeiro de 2019.

Os voos que foram extintos tinham taxa de ocupação baixa e geravam prejuízo para a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pelo projeto. Os voos para Piumhi eram usados por turistas que viajavam de Belo Horizonte para a cidade de Carrancas, cidade que atrai turistas de várias cidades brasileiras. No site do VoeMinas as cidades de Piumhi, Passos e Guaxupé ainda aparece no mapa de destinos do VoeMinas, a venda das passagens está bloqueada.

                    VEJA ABAIXO AS ROTAS CORTADAS PELO VOEMINAS GERAIS

ISENÇÃO DE TAXA DE EMBARQUE

O VoeMinas Gerais que até a semana passada atendia 18 cidades passa a oferecer voos para 14 destinos. O motivo é que a cidade de Ipatinga está com voos suspensos após a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) interditar a pista do aeroporto da cidade. Nenhum avião pode pousar ou decolar do Aeroporto de Ipatinga. A Azul está sem operar na cidade desde 15 de fevereiro alegando falta de segurança na pista.

O VoeMinas usa em seus voos o Caravan de 9 assentos. Os passageiros que voam pela empresa não pagam taxa de embarque e têm direto de levar gratuitamente uma mala de 10 quilos e uma bagagem de mão pesando até 5 quilos.  Atualmente a companhia é a única que opera voos comerciais na Pampulha. A Gol deixou de operar no ano passado.

CONFIRA A NOTA CODEMGE SOBRE O ASSUNTO

As rotas de Guaxupé, Passos e Piumhi do Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo, foram descontinuadas a partir de 22 de fevereiro deste ano, devido à demanda insuficiente para manutenção do projeto nas localidades. A taxa média de ocupação dos voos nas rotas dos municípios registrava em Guaxupé 17%, em Passos 24%, e em Piumhi 26%. O acompanhamento e análise sistemática dos resultados das rotas não indicou procura ou taxa de ocupação que permitissem a continuidade do Voe Minas Gerais nos municípios. O atendimento do projeto está sendo redirecionado às cidades que apresentaram maior demanda. A Codemge poderá reavaliar o retorno dos voos do Voe Minas Gerais para os municípios em momento oportuno, desde que a demanda garanta a viabilidade do projeto. Não houve necessidade de cancelamento de passagens. Desde sua criação, o projeto prevê flexibilidade na programação da malha aérea, de modo que a Codemge possa redirecionar os voos.

VAI VIAJAR? CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM ATÉ 80% DE DESCONTO

 

VoeMinas suspende operações em Ipatinga após interdição do aeroporto

Na sexta-feira (14/02), a Azul suspendeu os voos em Ipatinga por conta própria após constatar que a pista colocava em risco os pousos e decolagens de suas aeronaves.

A venda das passagens do VoeMinas entre Belo Horizonte (Aeroporto da Pampulha) e Ipatinga foi suspensa pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pelo projeto de voos fretados em várias cidades do estado. Os voos eram operados por aviões de 9 lugares às segundas, quartas e sextas-feira. A suspensão ocorreu após decisão tomada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na última terça-feira (19/02) de interditar a pista do aeroporto da maior cidade do Vale do Aço. Somente helicópteros podem operar em Ipatinga. (Veja abaixo nota da ANAC).

Na sexta-feira (14/02), a Azul suspendeu os voos em Ipatinga por conta própria após constatar que a pista colocava em risco os pousos e decolagens de suas aeronaves. Os passageiros de Ipatinga que compraram passagens estão sendo levados de ônibus até Governador Valadares onde embarcam nos voos da Azul. A cidade que tinha apenas um voo agora tem três frequências diárias para o Aeroporto de Confins, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

NOTA DA ANAC

A ANAC interditou totalmente a pista do Aeródromo Usiminas (SBIP), localizado no Município de Santana do Paraíso/MG, nesta terça-feira (19/2), em decorrência de informações apuradas pela área técnica da Agência acerca de problemas existentes nas áreas pavimentadas do aeroporto. Foi aberto processo administrativo para avaliação de aplicação de medida cautelar ao aeródromo. A ANAC concluiu que não é possível garantir que o aeródromo reúne condições seguras para receber voos. A restrição perdurará até que o operador aeroportuário informe e comprove a correção das não conformidades, ou que tenha implementado as medidas mitigadoras que reduzam o risco a níveis aceitáveis.

Azul suspende voos em Ipatinga por falta de segurança na pista do aeroporto

 

Azul lança mais três voos em Governador Valadares para atender passageiros de Ipatinga

CONHEÇA AQUI O SITE QUE EMITE PASSAGENS AÉREAS COM ATÉ 80% DE DESCONTO

 

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com