Regional Linhas Aéreas vai usar no Brasil turboélice com 70 assentos

Os representantes da companhia informaram à ANAC que pretende usar em seus voos as aeronaves turboélice Dash DHC-8-202 (Q200).

A Regional Linhas Aéreas, companhia que pretende operar voos comerciais no Brasil, iniciou no dia 4 de setembro deste ano a segunda etapa das cinco exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para receber a certificação que garante seu funcionamento em território nacional. Os representantes da companhia informaram à ANAC que pretende usar em seus voos as aeronaves turboélice Dash DHC-8-202 (Q200) que podem ser configuradas com até 70 assentos.

A decisão da Regional Linhas Aéreas de operar no Brasil foi divulgada com exclusividade pelo Tudo Viagem no dia 28 de maio deste ano. O presidente da companhia, conforme documentação apresentada no Ministério da Fazenda, será Leonardo Alvarenga dos Santos Stange, de São Paulo.

Uma das diretoras será Carla Rodrigues Montenegro. O Conselho de Administração será formado por Vicente Espíndola,  que era dono da NOAR , empresa dona dio avião que caiu a 100 metros da praia de Boa Viagem, no Recife, matando 16 pessoas em julho de 2011.

Também fará parte do Conselho de Administração Geraldo Velasques Pinto, que trabalhou na Amaszonas, da Bolívia. O capital social da empresa será de R$ 500 mil, valor simbólico. A aeronave Dash DHC-8-202 (Q200) é da canadense Bombardier e é usada pela Amaszonas.

Tudo indica que a Regional Linhas Aéreas pretende operar em aeroportos reginais. O Dash DHC-8-202 , mesmo porte do ATR-72 usado pela Azul e Passaredo, pode pousar e decolar em pistas menores. Há espaço nas cidades do interior espaço para novas companhias.

                              Etapas exigidas pela ANAC para uma companhia operar no Brasil

Na etapa 2, a Regional apresentou aos técnicos da ANAC todos os manaus técnicos de operação e manutenção de suas aeronaves. A companhia ainda não informou quais rotas pretende operar e a cidade que será sua base operacional. Se não ocorrer atraso, até dezembro deste ano a Regional deverá receber autorização para pedir voos no Brasil.

Pretende viajar? Faça aqui sua cotação e garanta descontos especiais

Conheça as duas novas companhias aéreas que estão em processo de aprovação na ANAC

 

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com