Tudo viagem

Azul lidera o mercado doméstico em junho com 39%

Segundo a ANAC, o percentual de junho apresenta melhora, considerando que em maio e abril a redução na demanda doméstica foi de 91% e 93,1%, respectivamente.

Levantamento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) mostra que no mês de junho a demanda por voos no mercado doméstico, medida em passageiros quilômetros pagos (RPK), teve queda de 85% na comparação com junho de 2019. Segundo a ANAC, o percentual de junho apresenta melhora, considerando que em maio e abril a redução na demanda doméstica foi de 91% e 93,1%, respectivamente.

Em junho foram transportados 889 mil passageiros. No mercado doméstico a Azul é a líder com 39%, seguida pela Gol com 37%, e LATAM ficou com 23,9% do mercado. A oferta de voos no mercado doméstico (calculada em assentos quilômetros ofertados – ASK) seguiu a mesma linha da demanda por voos, apresentando retração do percentual do indicador no segundo do trimestre do ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, sendo da ordem de 83,6% em junho, 89,6% em maio e 91,4% em abril. Os dados de oferta de assentos também vêm caindo desde março.

A ocupação das aeronaves em abril passou de 81,9% em 2019 para 65,4% de aproveitamento. Entretanto, este indicador subiu, em maio, para 70,7% e seguiu o crescimento em junho, apresentando 74,6% de ocupação nas aeronaves em voos domésticos . Este indicador está diretamente relacionado a quantidade de passageiros transportados.

Mercado Internacional teve queda de 95,4%

Segundo a ANAC,  o fechamento de algumas fronteiras também foi fator determinante nos dados do setor, sendo este especificamente no escopo do mercado internacional. Em junho, a demanda internacional caiu 95,4% e a oferta 89,3%, comparando-se com junho de 2019. Maio e abril também apresentaram dados de queda brusca, acima de 90% em relação ao ano passado.

Veja abaixo os destalhes do levantamento da ANAC

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

 

Número de passageiros transportados em voos nacionais cai em março 32,9% em função do coronavírus

A taxa de ocupação (aproveitamento) dos assentos oferecidos nas aeronaves das principais empresas brasileiras ficou em 72,1% em março deste ano.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou balanço que mostra​ queda de 32,9% em março no número de passageiros transportados quando  comparado com mesmo mês de 2019.  A retração é resultado da emergência causada pela pandemia relacionada ao novo coronavírus.

Em razão da redução generalizada da procura por voos no período, as três aéreas registraram retração de demanda em marco deste ano na comparação com mesmo mês do ano passado. A queda da LATAM  foi 19,5%, Gol -27,1% e Azul -21,3%.

Foram transportados em março deste ano 4,9 milhões de passageiros pagos. Em março de 2019 esse número foi  7,7 milhões de embarques registrados em igual período do ano anterior.

Participação das companhias  no mercado doméstico em março de 2020

LATAM 38,2%

Gol 37,0%

Azul 24,8%.

Segundo o balanço da ANAC, a oferta de voos no mercado doméstico (calculada em assentos quilômetros ofertados – ASK) caiu no período comparado, 24,6%. A taxa de ocupação (aproveitamento) dos assentos oferecidos nas aeronaves das principais empresas brasileiras ficou em 72,1% em março deste ano, uma queda de 11% em relação aos 80,9% verificados no mesmo mês de 2019.

A partir de 28 de março deste ano, quando começou a vigorar a malha aérea essencial, a redução de voos foi 91,6% em relação a originalmente prevista pelas empresas para o período. O  número de voos semanais previstos até o fim de abril passou de 14.781 para 1.241.

A ANAC informou que a distribuição dos voos pelas capitais dos 26 estados atendeu a preocupação do Governo Federal de manter uma malha que continuasse integrando o país, com ajustes para que nenhum estado ficasse sem pelo menos uma ligação aérea.

Voos internacionais

A demanda no mercado internacional caiu 42,4% em março, na comparação com mesmo período do ano passado, e a oferta registrou retração de 30,1%, na mesma base de comparação. Foram transportados 44% menos passageiros pagos em março de 2020, com taxa de ocupação das aeronaves de 66,7% (-17,6%), quando comparada ao mesmo mês de 2019.

No mercado internacional, a queda da demanda da LATAM foi -45,3%, Gol -44,1%  e Azul -34,06%, na comparação entre março de 2020 e o mesmo mês do ano passado.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com