Tudo viagem

Conheça os detalhes da aeronave da esperança que irá buscar na Índia a vacina contra COVID-19

O avião da Azul que irá realizar a operação será equipado com contêineres espessos que garantirão o controle de temperatura da carga.

Um Airbus A330neo, a maior aeronave da frota da Azul, vai decolar nesta quinta-feira (14/01) do Aeroporto de Recife em um dos voos mais esperados pelos brasileiros! A aeronave voará até à cidade de Mumbai, na Índia, para trazer dois milhões de doses da vacina desenvolvida pela Astrazeneca/Oxford. A carga estimada em 15 toneladas. O voo é realizado em parceria com o Governo Federal.

Segundo a Azul, serão 15 horas de voo, sem escalas, em um trajeto de mais de 12 mil quilômetros. O voo deve chegar no sábado (16/01) no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. O pouso deverá ocorrer por volta das 15h. O transporte será feito pela Azul Cargo, unidade de cargas da Azul, que possui experiência no transporte e logística de cargas farmas e sensíveis, como a da H1N1, que exige gelo seco e um preparo especial para o transporte.

Aeronave da Azul que fará o voo até a Índia (foto cedida pela Azul/Pedro Viana – Aeroflap)

 

O avião da Azul que irá realizar a operação será equipado com contêineres espessos que garantirão o controle de temperatura da carga de acordo com as recomendações do fabricante. Apesar de ser uma aeronave de passageiros, toda vacina virá no porão.

A Azul recebeu o primeiro Airbus A330-neo em maio de 2019. Com 298 assentos, é a aeronave mais eficiente da categoria. Foi projetado para consumir até 14% menos combustível por assento do que o atual modelo. O Airbus A330neo que fará o voo para Índia é usado pela companhia nos voos para os Estados Unidos e Portugal.

Com as restrições das viagens internacionais, a Azul tem escalado esse modelo de avião para fazer os voos comerciais entre Recife e Campinas e de Manaus para Campinas. Além do transporte de passageiros, a aeronave consegue transportar cerca de 15 toneladas de diversos tipos de cargas.

Declaração do presidente da Azul

“No que depender da Azul, 2021 será o ano em que venceremos a pandemia. Temos orgulho em realizar esse voo inédito para a Índia que trará mais um sopro de esperança na cura para a Covid-19 e agradecemos a confiança do Governo Federal na capacidade logística da Azul Cargo. Estamos preparando nossa aeronave para trazer essas doses que, com a aprovação das autoridades sanitárias, serão distribuídas posteriormente para todas as regiões do Brasil. A Azul, a empresa com a maior malha aérea do país, está empenhada e à disposição das autoridades para distribuir essa e todas as outras vacinas aprovadas”

John Rodgerson- presidente da Azul.

Confira os prazos para tirar visto para sete países

 O Tudo de Viagem, em parceria com a Infovistos, preparou um guiia especial para quem pretende viajar para sete países com prazos para a emissão dos documentos. O prazo ideal é de 45 dias de antecedência.
É comum encontrar
viajantes que deixam para tirar o visto e passaporte nas vésperas da viagem
internacional, e acabam perdendo prazos e até precisando adiar a data de
embarque.
Isso acontece por
falta de informação e orientação, ou até desorganização das pessoas, que acabam
se empolgando com a situação e focam seus esforços na pesquisa de passagem e
hospedagem, ou seja, na curtição da viagem, deixando para tirar o visto na
última hora.
Há também os casos em que os viajantes pecam por
excesso de confiança, crentes de que o processo de requerimento vai correr sem
imprevistos, e que será simples reunir documentos, fazer as comprovações
necessárias e obter a aprovação do visto por parte do consulado.
Porém, nem sempre
o processo flui desta forma. Há bastante rigor nas exigências para permanência,
ou até para uma mera passagem pelos países afora. Por isso, é recomendável
iniciar o processo de requerimento do visto com antecedência mínima de 45 dias,
e contar com a assistência de profissionais especializados e que já têm
experiência no encaminhamento deste processo.
A Infovistos é uma
das maiores empresas de emissão de vistos consulares do Brasil, e uma parcela de 20% de seus
clientes representa aqueles que tiveram que refazer a solicitação depois de ter
o visto negado, ou que procuraram ajuda na tentativa de acelerar o processo,
porque a data de embarque já estava muito próxima, como conta Alexandre Luis
Pedrosa, que é diretor da Infovistos.
“Além de achar que
o visto será aprovado com rapidez, muitas pessoas arriscam e encaminham todo o
processo sozinhas. Mas, por falta de informação e orientação, não fazem as
comprovações necessárias, têm o visto negado e acabam perdendo tempo e
dinheiro”, reforça Alexandre.
Para ele,
inclusive, o melhor é seguir a recomendação dos consulados e comprar a passagem,
hospedagem ou pacotes somente após a concessão do visto, para não correr o risco
de adiar ou cancelar passagens, por exemplo, e ainda perder dinheiro com
pagamento de multas.
Outra dica do
diretor da Infovistos é que os viajantes reúnam o máximo de documentos
referentes a vínculos sociais e financeiros, para que haja a comprovação de que
há motivos para retornar ao país de origem, bem como de recursos financeiros
para se manter no exterior durante o período estipulado para a viagem.
Confira abaixo o
tempo estimado para a concessão do visto de turismo e estudo para alguns destinos mais procurados pelos
viajantes na Infovistos:

 
TURISMO
ESTUDOS
CANADÁ
10 A 15 DIAS ÚTEIS
25 DIAS ÚTEIS
ESTADOS UNIDOS
10 DIAS ÚTEIS APÓS ENTREVISTA
AUSTRÁLIA
5 A 10 DIAS ÚTEIS
20 DIAS ÚTEIS
NOVA ZELÂNDIA
10 A 15 DIAS ÚTEIS APÓS ENTREVISTA
REINO UNIDO
20 DIAS CORRIDOS
CHINA
4 A 7 DIAS úteis
ÍNDIA
4 A 7 DIAS
úteis
Informações de
Serviços da Infovistos
Endereço
Matriz:
Rua Barão de
Triunfo, 375 – sala 108H – Brooklin Paulista – São Paulo – SP
Tel: (11)
3926-2144 (11) 5042-0642 / E-mail: infovistos@infovistos.com.br
Endereço Filial:
Av Assis Brasil, 1611 Cj 202 – Passo D´areia – Porto Alegre –
RS
Tel: (51) 3028-2050 / E-mail – portoalegre@infovistos.com.br
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com