Tudo viagem

Gol poderá sofrer bloqueio de R$ 9 milhões para pagamento de salários da extinta Webjet

 
A
Gol poderá sofrer um bloqueio direto em sua corrente no valor de R$
9 milhões. O pedido de bloqueio foi feito nesta sexta-feira pelo
Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ). O
dinheiro será usado para para o pagamento dos salários de mil
trabalhadores da extinta Webjet.
 
 
 
O
pedido de bloqueio está sendo analisado pela na 23ª Vara do
Trabalho. O MPT pede prazo de 48 horas para que os salários sejam
pagos. O pagamento era para ter sido feito no quinto dia útil de
abril, mas a empresa não fez o depósito.
 
 
O
procurador do Trabalho Carlos Augusto Sampaio Solar, um dos autores
da petição, explica que nos R$ 9 milhões está incluído também o
valor para o pagamento do salário de abril, previsto para o quinto
dia útil de maio.
Webjet deixou de operar em novembro de 2012
 
 
 
“Resolvemos
nos antecipar para garantir o salário deste mês, uma vez que os
trabalhadores precisam do dinheiro para sobreviver e buscam nas
verbas rescisórias um alento às suas aflições.”
 
A
empresa descumpriu a liminar dada pela Justiça do Trabalho, em 14 de
março, que mandou a Gol reintegrar os cerca de 1 mil funcionários
demitidos da Webjet e pagar R$ 1 milhão por dano moral coletivo. A
liminar atendeu à ação civil pública do MPT-RJ.
 
O
Ministério Público do Trabalho alega na ação que a empresa
descumpriu os termos fixados em liminares anteriores, o que já gerou
um passivo de R$ 58 milhões de multas não pagas. A primeira decisão
que mandou reintegrar os funcionários foi dada em liminar em
dezembro. O MPT provou que a empresa não realizou negociação
prévia com o sindicato da categoria, conforme previsto na convenção
coletiva e na determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).
 
A
Gol encerrou as atividades da Webjet em novembro de 2012, após o Conselho
Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovar a fusão das
companhias. A Webjet foi comprada em julho de 2011. Com o
encerramento da companhia, que funcionava desde 2005, foram demitidos
850 funcionários num primeiro momento e outros 450 em março.
(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com