ANAC analisa 77 pedidos de novos voos com jatos a partir da Pampulha

Entre os destinos a partir da capital mineira estão Belém, Salvador, Porto Seguro, Maceió, Brasília e Fortaleza operados com aviões com mais de 100 lugares.

Um dia após o Governo Federal autorizar voos com jatos de grande porte para qualquer destino nacional a partir do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) recebeu 77 pedidos de novas frequências a partir do aeroporto localizado a 9 quilômetros do Centro da capital mineira.

[expander_maker id=”1″ more=”Leia mais” less=”Recolher”]

São 77 decolagens e chegadas que a Pampulha poderá receber diariamente. Tudo indica que os preços das passagens aéreas vão cair em Confins por causa da concorrência com a Pampulha. A LATAM foi a única que não apresentou pedido de voo na Pampulha até agora. Entre os destinos que a Gol pretende iniciar em janeiro de 2018 estão Salvador, Maceió, Salvador, Belém, Fortaleza, Porto Seguro e Goiânia.

A Avianca Brasil Brasil aguarda autorização da ANAC para iniciar voos em janeiro de 2018 para o Rio de Janeiro (Galeão), Brasília, Goiânia e Salvador. A companhia usa em seus voos o Airbus que transportam até 177 passageiros. A Avianca Brasil é a antiga OceanAir que já operou na Pampulha.

Entre os destinos que a Azul pretende operar na Pampulha estão Ribeirão Preto, Vitória e Goiânia. Já a Passaredo, a única que opera atualmente na Pampulha, pretende iniciar voos em novembro deste ano para Porto Seguro, Uberlândia e Salvador. A companhia usa em suas rotas o modelo turboélice ATR-72 com 70 assentos.

Dificilmente todos esses voo serão aprovados. Um dos motivos é que o terminal de embarque da Pampulha não suporta quatro aeronaves,  que representa 500 passageiros de uma só vez. No ano passado a Infraero pretendia autorizar um voo a cada 15 minutos.

VAI VIAJAR? GARANTA AQUI SUAS PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTO

[/expander_maker]

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com