Tudo viagem

Exclusivo! Nella Linhas Aéreas anuncia joint venture com a Albatros Airlines

  • Com atuação no Chile e na Venezuela, a Albatros Airlines terá ainda no primeiro trimestre de 2021 cinco Boeings 777.

A Albatros Airlines acaba de anunciar  acordo joint venture com a brasileira Nella Linhas Aéreas. As companhias pretendem integrar as suas rotas no Brasil. América do Sul e Europa.  A Albatros Airlines pretende iniciar voos da Costa Rica para São Paulo (Guarulhos) no primeiro semestre deste ano.

O acordo foi anunciado em live pelo Instagram que teve a participação do CEO da Albatros Airlines, Marvin Linhares, e o CEO da Nella Linhas Aéreas, Maurício Souza. Com atuação no Chile e na Venezuela, a Albatros Airlines terá ainda no primeiro trimestre de 2021 cinco Boeings 777.

Com a parceria, as duas companhias da Costa Rica e do Brasil poderão operar de forma conjunta em um modelo estratégico de parceria comercial ou aliança. A Albatros já tem autorização das autoridades da Venezuela e do Chile para operar voos comerciais.

A Nella Linhas Aéreas está em processo de cerificação na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Com planos de começar a operar no primeiro semestre deste ano, a Nella Linhas Aéreas terá inicialmente cinco aeronaves ATR-72 com 70 assentos. As cores da Nella Linhas Aéreas farão parte do design das aeronaves da Albatros Airlines.

O Tudo Viagem divulgou com exclusividade no dia 1o de dezembro de 2020 que a Nella Airlines, que também faz parte do grupo Voe Nella SA, comprou nos Estados Unidos o Boeing 737-500 que será usado no transporte de cargas da nova companhia aérea do Brasil. O grupo também recebeu injeção de capital de U$ 100 milhões (R$ 500 milhões). O acordo da Albatros Airlines também inclui a Nella Airlines.

 

Exclusivo! Nella Linhas Aéreas recebe investimento de U$ 100 milhões

 

Exclusivo! Nella Linhas Aéreas recebe investimento de U$ 100 milhões

A Nella Airlines acaba de comprar nos Estados Unidos o Boeing 737-500 que será usado no transporte de cargas da nova companhia aérea do Brasil.

A Voe Nella SA, proprietária da Nella Linhas Aéreas e da Nella Airlines, acaba de receber a injeção de capital de U$ 100 milhões (R$ 500 milhões). Veja documento abaixo. Recentemente a companhia recebeu do Banco Central e da Receita Federal a inscrição da Nella Airlines Group Inc. Trata-se da primeira companhia brasileira que está recebendo investimento 100% estrangeiro de acordo com a nova legislação brasileira.

Com a recente contratação de Lucas Menero, assumindo as operações e presidência das duas companhias, a Nella ganha corpo e tamanho. Conforme o Tudo Viagem divulgou com exclusividade no dia 5 de novembro deste ano a Nella Linhas Aéreas, a Voe Nella, terá em sua frota cinco aeronaves ATRs-72 com 7o assentos. O plano inicial era o uso do modelo ATR-42, com 45 assentos, mas a empresa decidiu usar uma aeronave maior.

O Boeing 737-500 será usado pela Nella Airlines no segmento de cargas.                                 

Compra de Boeing para o setor de cargas

A Nella Airlines, que também faz parte do grupo Voe Nella SA, acaba de comprar nos Estados Unidos o Boeing 737-500 que será usado no transporte de cargas da nova companhia aérea do Brasil. A matrícula será PR-JKL. A aeronave já está em fase de homologação para em breve ser trazida para o Brasil. Esse modelo de aeronave tem 146 assentos e no Brasil faz parte da frota da Sideral Linhas Aéreas.

Um dos diferencias da Voe Nella para o mercado é o fato de todas as aeronaves serem próprias, diferente dos contratos de leasing adotadas pela maioria das empresas aéreas do Brasil. A intenção da Nella Linhas Aéreas é começar a operar no primeiro semestre de 2021 em rotas regionais.

O Aeroporto de Brasília será um dos hubs (centro de distribuição de voos) da Nella Linhas Aéreas. Além de iniciar a contratação para o preenchimento de alguns cargos gerenciais, a companhia já está em fase de aprovação para poder operar no Brasil na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

                                     Valor investido na Nella Linhas Aéreas

Pretende viajar de avião? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

 

Exclusivo! Nella Airlines solicita na ANAC registro de 5 aeronaves ATR-72 com 70 assentos

 

 

Nella Airlines é a 1ª companhia brasileira criada com capital 100% estrangeiro

Na última terça-feira (17/11) a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) realizou a primeira reunião com a direção da Nella Airlines.

A Nella Airlines, nova companhia aérea de voos regionais do Brasil, conseguiu aprovação na Receita Federal e no Banco Central do Brasil o seu registro de CNPJ. O registro foi concedido a Nella Airlines Group Inc, empresa da cidade de Delaware, nos Estados Unidos da América. A nova acionista é 100% proprietária da Nella Airlines. Com essa fase aprovada, a companhia terá seus  investimentos simplificados depois da nova lei de capital estrangeiro no Brasil sancionada em 2018.

Na última terça-feira (17/11) a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) realizou a primeira reunião com a direção da Nella Airlines. Segundo a agência, o encontro faz parte da primeira de uma série de etapas para a obtenção do Certificado de Operador Aéreo (COA), documento que autoriza o início das atividades da companhia. O processo pode durar vários meses, até que a empresa esteja apta a lançar o primeiro voo, mas a previsão é de que isso ocorra ainda no primeiro semestre de 2021.

No dia 5 de novembro deste ano o Tudo Viagem mostrou com exclusividade que a Nella Airlines entrou com pedido de reserva de matrícula na ANAC de cinco aeronaves ATR-72 com 70 assentos. A companhia pretendia iniciar operações com as aeronaves ATR-42 com até 45 assentos, mas mudou os planos por considerar que uma aeronave maior é mais confortável, além de ser mais rentável. Os aviões foram comprados nos Estados Unidos e em breve serão trazidas para o Brasil.

Além de entrar com pedido de na ANAC, a Nella Airlines contratou executivos de áreas estratégicas que vão cuidar de atender todas as exigência da legislação brasileira para começar a oferecer voos regulares no Brasil. A companhia terá que fazer por cinco etapas na ANAC. Segundo divulgação pelo Ministério do Turismo, o centro de operações da Nella Airlines será no Aeroporto Internacional de Brasília e o centro administrativo no aeroporto Campo de Marte, em São Paulo. A intenção do CEO da companhia, Maurício Souza, a intenção é ampliar hubs e frotas, inclusive cargueiras.

 

Exclusivo! Nella Airlines solicita na ANAC registro de 5 aeronaves ATR-72 com 70 assentos

Exclusivo! Nella Airlines solicita na ANAC registro de 5 aeronaves ATR-72 com 70 assentos

Os aviões serão trazidos para o Brasil assim que a ANAC for realizar as inspeções, uma das etapas para a Nella começar a operar.

A Nella Airlines, nova companhia de voos regionais do Brasil, entrou com pedido de reserva de matrícula na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) de 5 aeronaves ATR-72 com 70 assentos. A companhia pretendia iniciar operações com as aeronaves ATR-42 com até 45 assentos, mas mudou os planos por considerar que uma aeronave maior é mais confortável, além de ser mais rentável.

E quem chegou a pensar que a Nella Airlines estava parada, sem se movimentar no mercado, se enganou.  Em vez do leasing, um tipo de aluguel, a nova companhia comprou as cinco aeronaves nos Estados Unidos. Os aviões serão trazidos para o Brasil assim que a ANAC for realizar as inspeções, uma das etapas para a Nella começar a operar. Os aviões foram comprados pela  JKL Group.

A Nella Airlines vai escalar quatro aeronaves para realizar os voos comerciais. Uma ficará para Backup, ou seja, caso algum avião precise realizar uma manutenção, as operações regulares da companhia não serão afetadas, evitando cancelamento e atrasos de voos.

Confira as matrículas das aeronaves ATR-72

PS-JKL
PS-RRM
PS-NLA
PS-NLB
PS-NLC

O ATR-72 é o mesmo modelo de avião usado pela VoePass, antiga Passaredo, e pela Azul em alguns destinos regionais. A Nella Airlines já está se preparando para entrar com pedido de registro na ANAC. Quem está comandando todo esse processo de escolha das aeronaves e a contratação de gerentes é Bruno Dyin Mabe Ogawa, mais conhecido como Dyin Mabe. A contratação do profissional, que já passou por várias companhias, entre elas a Gol, foi divulgada com exclusividade pelo Tudo Viagem no dia 26 de agosto deste ano.

Dyin Mabe é  vice-presidente Operacional da Nella Airlines e tem como desafio desenvolver o planejamento estratégico da companhia bem como toda a operacionalização e certificações necessária para início das operações. Dyin Mabe é profissional é formado em Administração de Empresas, pós graduado em Gestão de Projetos e com MBA em international aviation management pela universidade Embry Riddle Aeronautical University na Flórida.

 

Nella abre vagas, contrata gestor da Gol e planeja voar em janeiro

 

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Nella abre vagas, contrata gestor da Gol e planeja voar em janeiro

A Nella acaba de contratar Bruno Dyin Mabe Ogawa, que era Coordenador do Departamento de Planejamento de Malha da Gol.

A Nella Airlines pretende começar a operar em janeiro de 2021 atendendo todas as exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A nova companhia abriu nesta quarta-feira (26/08) a contratação de três vagas de gerentes de aéreas importantes para que a Nella Airlines apresente toda documentação exigida pela ANAC. Os gerentes também terão a responsabilidade de elaborar os manuais técnicos exigidos pelas autoridades aeroportuárias brasileiras.

Além da abertura das vagas, a Nella Arlines acaba de contratar Bruno Dyin Mabe Ogawa, mais conhecido como Dyin Mabe.  O profissional é formado em Administração de Empresas, pós graduado em Gestão de Projetos e com MBA em international aviation management pela universidade Embry Riddle Aeronautical University na Flórida. (Veja abaixo como se inscrever para essas vagas).

Com mais de 16 anos de experiência na indústria da aviação,  Dyin Mabe passou pelas empresa BRA Transportes Aéreos, Oceanair Linhas Aéreas e Gol Linhas aéreas, passando pela Gol, seu último posto de trabalho, onde passou 12 anos de sua carreira atuando em sua última posição como Coordenador do Departamento de Planejamento Tático de Malha Aérea.

Dyin Mabe será vice presidente Operacional da Nella Airlines e terá como desafio desenvolver o planejamento estratégico da companhia bem como toda a operacionalização e certificações necessária para início das operações.

Dyin Mabe será vice presidente Operacional da Nella Airlines

A contratação dos gerentes de Tripulação, Manutenção e do Centro de Controle Operacional serão coordenadas por Dyin Mabe. Os profissionais interessados terão cinco dias para se inscreverem.

A base operacional da Nella Airlines será em Brasília. A operação da companhia será em destinos regionais que não são atendidos por companhias empresas aéreas. A Nella Airlines vai iniciar a operação com quatro modelos ATR-42 com 45 assentos. Esse modelo de aeronave é ideal para atender cidades do interior do Brasil. O ATR-42 era usado pela Total Linhas Aéreas e pela VoePass (antiga MAP) no estado do Amazonas.

Veja logo da companhia que caba de ser atualizada

Origem da companhia é uma homenagem a Antonella, filha de Maurício Souza, fundador da Nella Airlines, e um eterno apaixonado pela aviação.

Assista abaixo entrevista concedida por Maurício Souza ao jornalista Celso Martins para a Ulbra TV do Rio Grande do Sul. A entrevista foi gravada antes destas novidades.

Acesse aqui a vaga de Gerente de Tripulação

Acesse aqui de Gerente do Centro de Controle Operacional

Acesse aqui a vaga de Gerente Geral de Manutenção

Entrevista do CEO da Nella Airlines

Pretende viajar? Garanta aqui passagens aéreas com descontos especiais

Nella Linhas Aéreas planeja voar em Juiz de Fora, Ipatinga, Pampulha e Guarulhos

O Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e de Santana do Paraíso, esse último que atende o mercado de Ipatinga, estão na lista de destinos da nova companhia.

A Nella Linhas Aéreas, que pretende começar a operar no início de 2021, promete revolucionar o mercado de aviação regional. O Tudo Viagem antecipa algumas cidades que a nova companhia pretende atender. Além de voos em Guarulhos, que será uma de suas bases, a Nella pretende operar no Aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora, mercado com grande potencial, e que não é atendido por nenhuma companhia aérea.

O Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e de Santana do Paraíso, esse úitimo que atende o mercado de Ipatinga, estão na lista de destinos da Nella Linhas Aéreas. As informações sobre as rotas estavam sendo mantidas em segredo pelo time de executivos da companhia. A informação destas rotas foi passada por uma fonte da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Com quatro aviões já comprados, os turboélices ATR-42, com 42 assentos, a nova companhia contratou os melhores profissionais para apresentar todos os documentos e protocolos exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Esse modelo é ideal para operar em aeroportos regionais, entre eles do da Serrinha.

O fundador da Nella Linhas Aéreas, Maurício Souza. afirma que o nome da companhia é uma homenagem a sua filha, Antonella. Apaixonado pela aviação, ele explica que a companhia será de  companhia de baixo custo, e pelo fato de ter aviões próprios, tem chance de oferecer passagens aéreas baratas.

A Nella Linhas Aéreas tem chances de “bombar” no mercado com voos de Juiz de Fora para Guarulhos, de Ipatinga para a Pampulha, fazendo atendimento circular. Vamos explicar melhor. Uma aeronave pode decolar de Guarulhos, fazer uma parada em Juiz de Fora, seguir para a Pampulha, em seguida decolar de Ipatinga, terminando esse circulo em Guarulhos.

Pretende viajar em outras companhias? Faça aqui a sua pesquisa e garanta voos baratos

 

&nbsp

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com