Teófilo Otoni e Caratinga terão voos a partir de julho sem o apoio do Governo de Minas