Azul anuncia compra de parte das operações da Avianca para aumentar voos em Congonhas, Santos Dumont e Guarulhos

A negociação inclui  a compra do certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

A companhia Azul, a terceira maior aérea do Brasil, anunciou investimento no valor de US$ 105 milhões para a aquisição de ativos da Avianca Brasil por meio de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI) de acordo com a Lei de Falências e Recuperação Judicial. A UPI incluirá ativos selecionados pela Azul como o certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320.

Na realidade, a Azul está de olho nos slots (autorização de pousos e decolagens) no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Atualmente a Azul tem 13 slots no aeroporto localizado na capital paulista. Após a conclusão da compra os ativos da Avianca Brasil, a Azul herdaria os 34 slots da empresa e chegaria a 47. Atualmente Gol e LATAM possuem 130 slots cada em Congonhas.

A Azul também está de olho nos slots da Avianca Brasil nos Aeroporto Santos Dumont, Guarulhos, Vitória e Goiânia. A Azul poderia lançar voos na ponte aérea Rio/São Paulo. Hoje a companhia não opera nesta rota. A Azul tem 13 voos partindo e chegando do Santos Dumont para Campinas. A intenção da Azul é usar a tripulação da Avianca Brasil nos slots que ela pretende comprar, o que evitaria demissões.

“Destacamos que o acordo é não-vinculante e que o processo de aquisição da UPI está sujeito à uma série de condições como a conclusão de um processo de diligência, a aprovação de órgãos reguladores e credores, assim como a conclusão do processo de Recuperação Judicial. A expectativa é que esse processo dure cerca de três meses”, diz nota divulgada pela Azul.

A Azul informou ainda que divulgará novas informações relevantes a respeito desta transação assim que estiverem disponíveis.

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS

 

Azul terá voo direto de Recife para a cidade de Paulo Afonso

A Azul vai usar nesta a utilizará as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. 

A partir de 2 de maio a Azul terá dois voos semanais de Recife, principal centro de conexões da empresa no Nordeste do país, para cidade de Paulo Afonso, na Bahia. Os voos serão às segundas e sextas-feiras.

A Azul vai usar nesta a utilizará as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. Com a adição no Recife, a empresa passará a servir a capital pernambucana com 59 decolagens em dia-pico para 30 destinos. São centenas de opções de o que fazer em Recife e nas cidades que ficam no entorno da capital pernambucana.

A partir de 2 de maio a Azul terá voos de Curitiba para Lages (SC) às segundas, quartas e sextas-feira. Com essa nova rota, Curitiba terá 14 destinos diretos conectados pela Azul e uma média de 42 decolagens por dia.

Em Curitiba, os passageiros de de Lages poderão se conectar para os 14 destinos ofertados pela Azul, mas, em especial, São Paulo (Congonhas, Guarulhos e Campinas), Londrina, Porto Alegre, Rio e Campo Grande. Para Clientes de Paulo Afonso, as conexões imediatas serão para Maceió, BH, João Pessoa, Rio e São Paulo (Guarulhos e Campinas).

Aproveite e reserve seu hotel barato em Curitiba, uma das capitais com maior ofertas de hospedagem com descontos especiais.

 

VoeMinas suspende operações em Ipatinga após interdição do aeroporto

Na sexta-feira (14/02), a Azul suspendeu os voos em Ipatinga por conta própria após constatar que a pista colocava em risco os pousos e decolagens de suas aeronaves.

A venda das passagens do VoeMinas entre Belo Horizonte (Aeroporto da Pampulha) e Ipatinga foi suspensa pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), responsável pelo projeto de voos fretados em várias cidades do estado. Os voos eram operados por aviões de 9 lugares às segundas, quartas e sextas-feira. A suspensão ocorreu após decisão tomada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na última terça-feira (19/02) de interditar a pista do aeroporto da maior cidade do Vale do Aço. Somente helicópteros podem operar em Ipatinga. (Veja abaixo nota da ANAC).

Na sexta-feira (14/02), a Azul suspendeu os voos em Ipatinga por conta própria após constatar que a pista colocava em risco os pousos e decolagens de suas aeronaves. Os passageiros de Ipatinga que compraram passagens estão sendo levados de ônibus até Governador Valadares onde embarcam nos voos da Azul. A cidade que tinha apenas um voo agora tem três frequências diárias para o Aeroporto de Confins, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

NOTA DA ANAC

A ANAC interditou totalmente a pista do Aeródromo Usiminas (SBIP), localizado no Município de Santana do Paraíso/MG, nesta terça-feira (19/2), em decorrência de informações apuradas pela área técnica da Agência acerca de problemas existentes nas áreas pavimentadas do aeroporto. Foi aberto processo administrativo para avaliação de aplicação de medida cautelar ao aeródromo. A ANAC concluiu que não é possível garantir que o aeródromo reúne condições seguras para receber voos. A restrição perdurará até que o operador aeroportuário informe e comprove a correção das não conformidades, ou que tenha implementado as medidas mitigadoras que reduzam o risco a níveis aceitáveis.

Azul suspende voos em Ipatinga por falta de segurança na pista do aeroporto

 

Azul lança mais três voos em Governador Valadares para atender passageiros de Ipatinga

CONHEÇA AQUI O SITE QUE EMITE PASSAGENS AÉREAS COM ATÉ 80% DE DESCONTO

 

Azul lança mais três voos em Governador Valadares para atender passageiros de Ipatinga

A companhia constatou que os buracos na pista do Aeroporto de Ipatinga podem estourar os pneus se suas aeronaves ATR-72, equipadas com 70 assentos.

A companhia Azul aumentou de um para quatro o número de voos no Aeroporto de Governador Valadares, no Leste de Minas. O aumento de frequências o Aeroporto de Confins, na Grande Belo Horizonte, é para atender os passageiros do Vale do Aço. Desde a última sexta-feira (15/02) a Azul não opera no Aeroporto de Ipatinga por falta de segurança na pista de pousos e decolagens. A companhia constatou que os buracos na pista podem estourar os pneus se suas aeronaves ATR-72 equipadas com 70 assentos.

Os passageiros de Ipatinga que não quiseram remarcar ou cancelar  as viagens pela Azul estão sendo levados de ônibus até o Aeroporto de Governador Valadares, onde embarcam nos voos para Confins ou demais destinos da companhia. A distância entre as duas cidades é de 102 kms. Em algumas datas de fevereiro somente uma passagem por trecho (ida ou volta) chega a custar R$ 1.700,00 entre Governador Valadares e Confins.

A Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop), responsável pelo Aeroporto de Ipatinga, informou que busca uma solução emergencial para sanar os problemas na pista. (Veja nota no final).

Por outro lado, procuramos a Companhia de Desenvolvimento de Minas (Codemge) para saber se os voos do projeto VoeMinas serão mantidos em Ipatinga. Segue a nota da Codemge: “As aeronaves do Voe Minas Gerais operam com segurança no aeroporto regional do Vale do Aço, em Ipatinga, e as operações do programa continuam normalmente nesse município. Não há, nesta data, publicada pela autoridade competente, nenhuma restrição operacional para o aeroporto regional do Vale do Aço”

O que não foi respondido pela Codemge até agora, apesar de vários questionamentos feitos pelo Tudo Viagem, é saber por qual motivo os riscos são apenas para os aviões da Azul já que a pista está com buracos que podem estourar os pneus de qualquer aeronave.

VEJA OS HORÁRIOS DOS VOOS E OS VALORES DAS PASSAGENS EM GOVERNADOR VALADARES

VEJA NOTA D SETOP

Em atenção à sua solicitação, informamos que havia sido apresentado à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) um pleito sobre a situação do Aeroporto Regional do Vale do Aço e a necessidade da realização de obras para a resolução de problemas nas estruturas da pista de pousos e decolagens do terminal. Importante esclarecer que esse pleito vem sendo feito desde 2016, sem que soluções definitivas tivessem sido apresentadas por governos anteriores.

Como o objetivo de agilizar os processos necessários, a Setop está em diálogo com a companhia aérea e com a Socicam, administradora do aeroporto, em busca de uma solução emergencial para a reativação do terminal. Por se tratar de uma questão de segurança dos passageiros, a secretaria não se opõe à decisão da Azul de suspender as operações no local e, como já dito, trabalha para resolver o mais rápido possível a questão.

Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas

VAI VIAJAR DE AVIÃO? GARANTA AQUI AS PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS

 

 

Azul suspende voos em Ipatinga por falta de segurança na pista do aeroporto

Os voos do VoeMinas na cidade operados com aeronaves de 9 lugares às segundas, quartas e sextas-feiras ainda estão mantidos.

A companhia Azul vai deixar de oferecer cinco voos diários de Belo Horizonte (Aeroporto de Confins) para a cidade de Ipatinga, no Vale do Aço. O motivo é a falta de segurança na pista, segundo comunicado da empresa aérea. A suspensão desta rota será até 31 de março deste ano. Se até essa data os problemas na pista não forem sanados, a Azul não vai operar na cidade. (Leia nota da Azul no final).

Nos voos para Ipatinga a Azul usa o ATR-72, com 70 assentos. Segundo uma fonte da companhia, a pista do aeroporto não oferece segurança nos pousos e decolagens pela má qualidade do asfalto. No site da Azul a venda das passagens aéreas para viagens a partir de abril ainda está mantida.

A companhia Azul vai fornecer ônibus de graça até Governador Valadares para os passageiros de Ipatinga que quiserem manter as viagens referentes às passagens já compradas. Também será dada a opção ao cliente de reembolso total. Em Governador Valadares a Azul opera um voo indo e voltando de Confins.

O Aeroporto de Ipatinga é de responsabilidade do Governo de Minas através da Socicam, empresa que tem a concessão para gerenciar todos os serviços. A cidade é atendida com voos com aeronaves de 9 lugares pelo projeto VoeMinas às segundas, quartas e sextas-feiras. Esses voos não foram suspensos.

VEJA NOTA DA AZUL

São Paulo, 14 de fevereiro de 2019 – “A Azul Linhas Aéreas informa que suspendeu suas operações na cidade de Ipatinga por tempo indeterminado. A companhia, que constantemente analisa as condições de infraestrutura dos aeroportos onde opera, identificou que a pista do aeroporto de Ipatinga, utilizada para pousos e decolagens, não está atendendo aos padrões operacionais da empresa e, por este motivo, decidiu realizar a suspensão.

A Azul tem o compromisso de atender seus Clientes com excelência, por meio de um serviço de qualidade, eficiência, presteza e, principalmente, segurança – que é seu primeiro valor. A empresa reforça que não tem o interesse em cancelar definitivamente seus voos na cidade, pelo contrário, espera que as adequações necessárias sejam feitas para que possa o quanto antes voltar a realizar seus voos na cidade mineira.

Todos os Clientes com voos marcados de e para Ipatinga serão reacomodados por meio de outros aeroportos ou poderão ter o valor dos seus bilhetes ressarcidos. A companhia lamenta eventuais transtornos ocorridos aos seus Clientes.”

CONHEÇA AQUI O SITE QUE VENDE PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS DE ATÉ 50%

Aeroporto de Divinópolis recebe doação de equipamentos para voltar a receber voos comerciais

O equipamento de raio X deve chegar em Divinópolis até o final deste mês e a estação tem entrega prevista até o final de janeiro de 2019.

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) decidiu doar os equipamentos de raio X e uma estação meteorológica para que o Aeroporto de Divinópolis volte a ter voos comerciais. A maior cidade do Centro-Oeste de Minas está sem voos comerciais da Azul para Campinas desde março deste ano.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

O equipamento de raio X deve chegar em Divinópolis até o final deste mês e a estação tem entrega prevista até o final de janeiro de 2019. A Socicam deixou a administração do aeroporto por causa de uma dívida de quase R$ 3 milhões que não foi paga pela Prefeitura de Divinópolis.

A Socicam levou todos os equipamentos de sua propriedade, inclusive o aparelho de raio X, o que impediu a Azul de continuar com os voos na cidade. A companhia informou que pretende voltar a operar na cidade assim que receber autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

A empresa LG pretendia assumir a administração do Aeroporto de Divinópolis por dois meses, de forma gratuita, até que a prefeitura fizesse uma nova licitação para escolher uma nova empresa. O Ministério Público deu parecer contrário a essa parceria, forçando a saída da LG. A Prefeitura de Divinópolis fará uma nova licitação para escolher a empresa que vai administrar o aeroporto.

PRETENDE VIAJAR? GARANTA AQUI AS PASSAGENS AÉREAS COM DESCONTOS ESPECIAIS

[/read]

Porto será o novo destino da Azul na Europa; venda das passagens foi iniciada

Campinas passará a ter ligações diretas para 57 destinos, sendo quatro deles internacionais: Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, e Lisboa e Porto, em Portugal.

A Azul terá voos a partir de 3 de junho para a cidade de Porto, em Portugal. Serão três voos semanais e diretos decolando de Campinas, principal centro de conexões da Azul no Brasil. Quando esse essa rota for inciada, o novo mercado ampliará a oferta de voos da Azul entre os países totalizando 17 frequências semanais.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A venda das passagens aéreas já está disponível. Porto será o segundo destino europeu a contar com voos da Azul, que já atua em Lisboa. Nesta rota a Azul vai usar as aeronaves modelo Airbus A330, que tem capacidade para até 272 passageiros.

Campinas passará a ter ligações diretas para 57 destinos, sendo quatro deles internacionais: Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, e Lisboa e Porto, em Portugal. Em parceria com a companhia francesa Aigle Azur, o aeroporto de Campinas também conta com frequências para Paris, na França.

Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia e Cuiabá serão as principais cidades brasileiras a contar com conexões convenientes para o novo voo Campinas-Porto. Em cerca de nove horas, os passageiros poderão partir dessas regiões e desembarcar na cidade portuguesa. Além disso, em Porto, a Azul, em parceria com a TAP, oferecerá conexões imediatas para Amsterdã, Genebra, Luxemburgo e Londres.

CONFIRA OS HORÁRIOS DOS VOOS DA AZUL PARA PORTO


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

“Mais uma vez, a Azul inova e revoluciona o mercado. O anúncio dos nossos voos para Porto é uma nova página na história da empresa, que passa a operar voos, contando a alta temporada e toda a nossa malha aérea, para 12 destinos fora do Brasil. Ao mesmo tempo, Campinas ganha muito com essa nova operação internacional. Nosso hub fica ainda mais fortalecido, com mais opções de destino para nossos Clientes, conectando toda a nossa malha doméstica e internacional. Estamos muito felizes com o início das vendas e temos certeza de que esse voo será um sucesso”

Abhi Shah- vice-Presidente de Receitas da Azul, Abhi Shah

GARANTA AQUI SUAS PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS

[/read]

Azul terá voo direto de Confins para Campo Grande

Rota inédita começa a ser operada partir de 04 de fevereiro com as aeronaves modelo Embraer 195, que tem capacidade para até 118 passageiros.

A Azul começou a vender as passagens para o novo destino a partir do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. O 43º destino será a cidade de Campo Grande. Os voos para a capital de Mato Grosso do Sul serão diários e entram na malha regular da companhia a partir de 04 de fevereiro de 2019.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Com a inclusão desse novo mercado, BH passa a ter, em média, 92 voos por dia da Azul, um recorde na história do aeroporto. Nesta rota a Azul vai usar as aeronaves modelo Embraer 195, que tem capacidade para até 118 passageiros. Quem for viajar no mês de fevereiro encontra passagens de ida e volta por R$ 355, com taxas de embarques incluídas.

Os voos partirão de Belo Horizonte às 23h35 com previsão de chegada às 00h35 em Campo Grande. O retorno está previsto para às 02h15 com pouso em Minas Gerais às 05h15. Atualmente a Azul é a companhia com maior número de voos em Confins.

ACESSE AQUI AS OFERTAS DE CONFINS PARA CAMPO GRANDE

QUER VIAJAR PARA OUTRO DESTINO? GARANTA AQUI AS PASSAGENS DOS VOOS DA AZUL

[/read]

Azul terá voos em 16 mercados novos durante a alta temporada

Ao todo, 24 estados brasileiros receberão os voos extras da companhia, que vão atender a demanda adicional de passageiros registrada nos três primeiros meses da estação.

Entre 20 de dezembro e 03 de fevereiro de 2019, período que compreende a alta estação, a companhia Azul terá 2.908.183 milhões de assentos distribuídos em 5.701 voos extras. As cidades de Campinas, Belo Horizonte e Recife, os três principais centros de conexão da Azul, terão o maior volume de partidas adicionais. Todos os voos para o período já estão à venda nos canais oficiais da companhia.


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

A Azul irá testar pela primeira vez a receptividade da demanda em rotas inéditas, como é o caso de Campinas-Cabo Frio, Campinas-Feira de Santana, Vitória-Ilhéus, Vitória-Teixeira de Freitas, Cuiabá-Salvador, Cuiabá-Corumbá, Confins-Santarém, Curitiba-Salvador, além de Foz do Iguaçu-Navegantes. Serão 16 mercados novos, nunca antes operados pela Azul.

De acordo com o diretor de planejamento de malha da Azul, Daniel Tkacz, a conversão da oferta de voos para destinos turísticos e a inclusão de aeronaves maiores e de nova geração atenderá, com maior conforto e qualidade, a demanda excedente de Clientes ao longo do verão.

Ao todo, 24 estados brasileiros receberão os voos extras da Azul, que vão atender a demanda adicional de passageiros registrada nos três primeiros meses da estação. Porto Seguro, Ilhéus, Florianópolis, Salvador, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Recife, cidades tradicionalmente procuradas por turistas nesta época do ano, estão entre os destinos com mais chegadas extras.

As promoções da Azul você encontra aqui

[/read]

Azul inicia a venda das passagens dos voos de Pato Branco e Toledo

A companhia vai usar nestes novos destinos aeronave ATR-72 com 70 assentos.

As cidades de Toledo e Pato Branco terão voos da Azul a partir de 9 e 10 de janeiro, respectivamente. As passagens destes novos destinos já estão sendo vendidas. Com o início dessas operações, o Paraná passa a ser o terceiro maior estado com operações da empresa, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. Serão 60 decolagens por dia com uma oferta de 41 mil voos assentos semanais. (Confira no final os horários dos voos).


[read more=”Leia mais…” less=”Recolher”]

Com essa ligação até Curitiba, os passageiros da Azul que partirem de Toledo e Pato Branco têm uma oferta de conexões imediatas para Campinas, São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Recife, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Porto Alegre e Campo Grande, além dos outros sete destinos paranaenses servidos pela Azul.

Os de Toledo para Curitiba serão operados às quartas-feiras e os de Pato Branco serão às quintas-feiras. Em fevereiro a companhia pretende aumentar de um voo para quatro nestas duas cidades localizadas no interior do Paraná.

A Azul voará para seus novos destinos utilizando o ATR-72 com 70 assentos. A bordo, os passageiros poderão desfrutar de um serviço de bordo encantador e mundialmente reconhecido e premiado, além, é claro, de snacks e bebidas à vontade.

CONFIRA OS HORÁRIOS DOS NOVOS VOOS DA AZUL

[/read]

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com