ANAC libera jatos de grande porte no Aeroporto da Pampulha

Desde 2005 aeroporto localizado na capital mineira só podia receber apenas voos operados por aeronaves com até 72 passageiros.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou por unanimidade voos comerciais operados por jatos com mais de 100 passageiros no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. A decisão da agência pouco muda para o aeroporto localizado a 9,5 quilômetros do centro da capital mineira.

Na semana passada o Conselho Nacional de Aviação Civil (CONAC) aprovou uma resolução que restringe a liberação de voos a partir da Pampulha apenas para aeroportos regionais. As grandes companhias, como Gol, Azul, LATAM e Avianca, que estavam interessadas em lançar voos de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro e Brasília, não poderão mais explorar essas rotas.

14232591_1166240006766651_8645939565146703346_n

Pela decisão do CONAC, as companhias aéreas poderão operar na Pampulha com os modelos Embraer, Boeings e Airbus para Uberlândia, Montes Claros ou para outros destinos cujo o aeroporto classificado como regional. Desde 2005, quando os voos da Pampulha foram transferidos para Confins, o aeroporto de Belo Horizonte estava proibido de receber jatos.

NOTA DA ANAC

O processo aprovado hoje (16/05) pela ANAC trata da possibilidade técnica do aeroporto em receber aeronaves de maior porte, não considerando qualquer decisão relacionada às rotas que podem ou não ser operadas, mas, apenas ao tamanho de aeronave liberada para pousos e decolagens considerando a infraestrutura aeroportuária do Aeroporto da Pampulha (MG). Para a aprovação da solicitação de voos a ANAC cumprirá, no que couber, as diretrizes do Conselho de Aviação Civil (CONAC).

A Portaria nº376/2017 e a Resolução nº01/2017, publicadas no Diário Oficial da União do dia 12/05, trazem diretrizes de Governo estabelecidas pelo CONAC para operação apenas de rotas regionais no Aeroporto da Pampulha (MG).

Compre e economize até 80% na MaxMilhas 

970-x-90