Amaszonas lança voos em Montevidéu e planeja rotas para o Brasil

amaszonas-uruguay

A companhia Amaszonas é a nova promessa de fazer as ligações do Uruguai com as principais cidades da América do Sul. Em 2015 a companhia com sede na Bolívia se associou à holding Los Cipresas, dona da linha aérea uruguaia BQB, que suspendeu operações no mesmo ano. A Amaszonas já está operando com voos diários de Montevidéu para Buenos Aires (Aeroparque), Assunção, Cidade del Este, além dos destinos bolivianos já atendidos pela companhia.

Em seus voos a Amaszonas usa os jatos Bombardier CRJ–200, com 50 assentos. A pintura é a tradicional da companhia, mas leva as cores da bandeira do Uruguai. Em Abril desse ano, a empresa uruguaia BQB quase foi à falência, tendo sido adquirida pela boliviana Amaszonas. De lá para cá, os bolivianos trataram de manter uma pequena parcela dos funcionários e trabalhou na aquisição do Certificado de Operador Aéreo da BQB, já que esse lhe permitiria ser designada como uma empresa uruguaia e lhe garantir direitos de vos.

A intenção da Amaszonas é operar com três aeronaves para destinos regionais como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Rosário, Córdoba e Santiago do Chile. Lembrando que o grupo Avemax, do Canadá, é o novo investidor da Flyways Linhas Aéreas, do Brasil, tem também participação na Amaszonas. A Flyways em breve terá em sua frota os aviões da Bombardier.

A companhia foi fundada em Março de 1999 na Bolívia, mas iniciou operações em Janeiro de 2001. Em 2012 iniciou um novo conceito de operação regional, incorporando jatos Bombardier. A Amaszonas tem oito modelos, mas pretende chegar 20 aeronaves até 2018. O nome da companhia é Amaszonas (com s mesmo)!

Fonte: LaRede21

Acesse aqui o site da Amszonas


HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com